Translate

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Fruteira -compoteira em vidro fogo / Fruit Bowl - compote bowl in carnival glass

Realmente não sei se é uma fruteira ou uma compoteira, sites especializados apresentam peças parecidas com essa como sendo compoteiras, mas o que importa é que é uma casca de cebola, e é linda!
É pequena, 10,0 cm de altura por 17,0 cm de diâmetro. Mas é pesada, tem cerca de 0,5 kg.
Como já disse anteriormente, peças de vidro iridescentes são conhecidas desde a Roma antiga, mas seu uso só começou a se tornar popular quando por volta de 1890 um decorador famoso se interessa pela vidraria e começa a criar peças iridescentes, essa decorador era Comfort Louis Tiffany, filho do famoso joalheiro Charles Louis Tiffany, fundador da Tiffany & Co.
Peças Carnival Glass começaram a ser produzidas no inicio dos anos 1900 justamente para que as pessoas pudessem comprar uma peça com a aparência de uma peça Tiffany mas por um preço muito mais em conta.
Esse fato tanto é verdade que um dos primeiros nomes que as peças carnival glass receberam foi "poor man's Tiffany", algo como "Tiffany de homem pobre".
O país que mais se destacou na fabricação de carnival glass, sem dúvida foi os Estados Unidos da America, mas peças foram produzidas mundo afora, inclusive no Brasil existia a fábrica Esberart Rio.

E quando você começa a pesquisar sobre carnival glass, você começa a associar a qualidade da peça, o formato, o padrão utilizado, etc.. com o período em que ela foi fabricada.
Isso é muito interessante pois esse período da fabricação está diretamente ligado com  a história.
Normalmente, dividimos a produção de carnival glass em 4 períodos, ou como vou chamar, época.
Época do carnival glass clássico, que vai de 1907 até 1929, com peças muito bem feitas, muito detalhadas, lindas. Nos EUA 4 empresas dominaram essa época, Fenton, Northwood, Dungan/Diamond e Imperial. Existe também uma empresa, a Millesburg, que produziu peças lindíssimas, mas essa empresa não sobrevive mais do que os 15 primeiros anos do século.
Época da depressão, de 1930 a 1939. Nessa época, as grandes fabricantes praticamente deixam de produzir e surgem empresas com maquinário para produzir carnival glass em grandes quantidades, as peças perdem na qualidade e beleza. É nessa época que surge o nome "carnival glass", pois essas peças eram ofertadas como brindes nas feiras americanas chamadas "carnival fairs"
Época do carnival glass atrasado de 1940 a 1959. são os últimos anos do glamour do carnival glass.
A partir de 1960, algumas empresas surgem, inclusive a Felton e a Imperial, tentando resgatar essa sofisticação das peças carnival, essa época é conhecida como época do carnival glass contemporâneo.

Então ainda existe produção desse tipo de vidro?
A resposta é sim, existe, mas uma produção muito pequena. A maioria das indústrias da época do carnival glass contemporâneo ou deixaram de fabricar, ou fecharam as portas.
Muito bem, voltando a minha compoteira, é uma peça que também não consegui identificar o padrão, que está na parte externa da peça.
Por isso, não é possível identificar o fabricante e nem datar a peça.
Mas existem algumas características que fazem essa peça se encaixar na época contemporânea. Uma delas é que quase não é possível identificar a cor do vidro.
O segundo é a falta de bolhas de ar na peça, mas essa característica só vou comentar futuramente.
Para saber um pouco mais sobre carnival glass, veja minhas peças já publicadas aqui no blog: fruteira e prato
E a coleção vai aumentando!


Nenhum comentário:

Postar um comentário